A CATARATA SOB UMA NOVA ÓTICA

Técnicas atuais trazem ótimos resultados para quem já se submeteu anteriormente à cirurgia refrativa, tornando a cirurgia menos invasiva, com resultados superiores e mais previsíveis que os do passado.

  

PARADA NO TEMPO

Muricí, a cidade onde a família do senador Renan Calheiros se reveza no poder, é privilegiada em verbas federais, mas boa parte da população ainda vive na miséria.

Município de 27.000 habitantes, situado a 50 km de Maceió, Muricí frequenta com certa assiduidade o noticiário nacional por três motivos – todos lamentáveis; inundações devastadoras, escândalos de desvio de dinheiro público e o fato de sempre ter na prefeitura, em esquema de revezamento políticos de sobrenome Calheiros. A família domina há mais de trinta anos (21 deles ininterruptos) a administração municipal.

Chafurdado em alguns dos piores indicadores socioeconômicos do Brasil – até mesmo para os padrões alagoanos – Muricí é o resultado da velha política assistencialista, cujas raízes remontam ao coronelismo. Um terço dos moradores não sabem ler nem escrever, 65% dependem do Bolsa Família para sobreviver e o Índice de Desenvolvimento Humano rasteja em 0,58. Uma das maiores escolas públicas maricienses, com 560 alunos, funciona em salas de chão de terra separadas por tapumes. As crianças saem uma hora mais cedo porque a escola não oferece merenda. O problema não parece ser, nesse caso, de miséria. Um processo que aponta irregularidades nas verbas da merenda escolar na cidade já chegou ao Supremo Tribunal Federal.

Em tempo Renan Calheiros é o atual presidente do Senado.

  

UM NOVO CORPO EM 3D

Tecnologia que imprime moldes e próteses em três dimensões permite a reconstrução do organismo com uma perfeição nunca vista antes.

A impressora 3D é uma máquina que produz objetos tridimensionais a partir de um modelo virtual. O aparelho deposita a matéria-prima, como plástico, sobre um molde, em camadas sucessivas, até chegar à forma final.

  

SELVAGERIA À BRASILEIRA

A barbárie dos estupros coletivos cometidos por um bando de criminosos no Rio de Janeiro expõe um País em guerra com as mulheres. Em apenas três anos, triplicou o número de casos, o que coloca o Brasil em uma situação tão inaceitável quanto a da Índia.

  

REI DOS COMERCIAIS

Reynaldo Gianecchini é a celebridade mais presente em comerciais de TV no Brasil neste ano. No primeiro trimestre, de acordo com o Controle de Concorrência, empresa especializada na análise do mercado publicitário, Gianecchini apareceu em 2922 inserções de cinco marca. Gisele Bundchen e Patrícia Abravanel completam o pódio.

  

OS MECENAS DA BOLA

Suítes luxuosas, restaurantes estrelados e um concierge à disposição. A imagem do paraíso para alguns soa fria e impessoal para muitos que preferem se hospedar em residências particulares ao invés de hotéis, um método conhecido como hospedagem compartilhada e que vem atraindo cada vez mais seguidores por meio de redes sociais como a Airbnb. Para essas pessoas, é muito mais atraente alugar um cômodo, apartamento ou mesmo uma mansão que conte uma história e proporcionar uma experiência legítima de cultura local.

Para se ter uma ideia o Airbnb, site americano especializado em compartilhamento de casas, uma espécie de Facebook da Hospedagem, abriu o seu escritório no Brasil em março do ano passado, com 3,5 mil anúncios cadastrados. Em um ano, eles passaram para dez mil e o número de visitantes no País cresceu cerca de 574% em comparação a 2011, com turistas de 110 países diferentes. “E irá aumentar ainda mais, porque existe um movimento expressivo de brasileiros se tornando anfitriões, uma consequência direta da globalização, da internet e das redes sociais”, diz Stefan Shimenes, diretor da Airbnb no Brasil.

  

NÚMEROS

1.500 reais é o máximo que celulares do tipo smartphone, que permitem, entre outras coisas, o acesso à internet, poderão custar para ganhar isenção de PIS e COFINS.

9,25% será a redução no valor desses aparelhos causada pela desoneração de impostor, segundo a Associação Brasileira de Indústria Elétrica e Eletrônica.

29 milhões de smartphones deverão ser vendidos em 2013, um aumento de 81% em relação a 2012.

  

ESTRELAS DO GADO

Marcada para maio em Uberaba, a EXPOZEBU/2013 será um verdadeiro desfile de celebridades faturando com a venda de gado. Gugu, Zezé Di Camargo e Luan Santana colocarão seus animais entre os 200 que serão leiloados no evento. A expectativa é a arrecadação total de 50 milhões de reais.

  

DEUS, A SECA E A BAHIA

Em entrevista ao programa Roda Viva, da TV Cultura, o governador da Bahia, Jacques Wagner, afirmou que, para quem acredita em Deus, a seca sazonal no Nordeste pode ser um castigo, mas que ele não crê na ação divina no que é exclusivamente um fenômeno climático. A afirmação foi citada na seção Veja (10/04/2013) da seguinte forma: “Como eu não acredito em Deus, acho que a culpa é das mudanças climáticas”.

Por meio de sua assessoria de imprensa, o governador reclamou, informando que na verdade ele disse que acredita, sim, em Deus. O ateísmo é uma tema desconfortável para os políticos brasileiros.

  

CAMPEÃO DE DÍVIDAS

Com um rombo de 750 milhões de reais, o Flamengo sofre os efeitos de décadas de péssima administração e o total descontrole das finanças. A solução: corrigir os desmandos, como fazem as empresas responsáveis.

Para chegar a esse valor, uma empresa de auditoria contratada pela nova diretoria do Flamengo passou três meses desvendando a balbúrdia no departamento financeiro. “O mais espantoso foi constatar o total descontrole das contas”, diz o diretor financeiro, Paulo Dutra.

Dúvidas exorbitantes e má gestão não são exclusividade do Flamengo. Levantamento de 2011 calcula que os cinco clubes mais enforcados devem, juntos, acima de 2 bilhões de reais.

O ranking dos devedores em reais:

1º Flamengo – 750 milhões

2º Botafogo – 564 milhões

3º Fluminense – 405 milhões

4º Vasco – 387 milhões

5º Atlético Mineiro – 368 milhões